segunda-feira, 26 de junho de 2017

SEM EDUCAÇÃO ! ! !


FOTO: Luiz Fernando Machado e José Antonio Parimoschi, em reunião recente, colocaram o dedo nas caras dos diretores e coordenadores da rede municipal de educação em um ato profundamente lamentável.

Informações chegaram a este blog dando conta da seguinte situação.

Na semana que passou o secretário municipal de educação de Jundiaí, que é só um administrador, reuniu-se com as coordenadoras de escolas municipais. Como o referido gestor, que tem em suas mãos a chave do cofre, não sabe bulhufas sobre educação e também não a tem, gritou, humilhou e afirmou que o cargo de coordenadora escolar é totalmente dispensável nas escolas deste município.

Alguns dias depois ele reuniu-se com as diretoras desta rede municipal. Somando-se ao pagador da prefeitura estava o prefeito Luiz Fernando Machado. Novamente, tomado de completa falta de educação, o nobre secretário gritou, xingou, humilhou, apontou dedo para as diretoras e sem um mínimo de respeito às profissionais rugiu sem constrangimento.

Neste momento assume a palavra o alcaide, que também não entende nada de educação, e tenta colocar a sua opinião sobre o assunto para validar o seu assessor financeiro que tem a chave do cofre.

Resumo desta ópera: O prefeito não convenceu ninguém, desconversou e encerrou a reunião como um autêntico burgomestre medieval.

Oras bolas, os diretores e coordenadores que passaram a sua vida toda dentro da escola, alguns com mestrado e doutorado em educação, são obrigados a engolir a fúria de dois políticos carreiristas e que vivem às custas da política e do dinheiro público.

Aí está uma das explicações do porque as crianças estarem chegando à 5ª série como analfabetas funcionais. Um sistema de educação com um orçamento de R$ 500 milhões ao ano, com 4.000 servidores e com um canal de televisão educativo, dirigido por figuras dantescas como este prefeito e seu fiel escudeiro secretário, só poderia ter este resultado.

Um governo que trata a educação desta forma não pode ser sério.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

MERENDA DOS MILHÕES ! ! !

****** CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AUMENTAR DE TAMANHO ******

IMAGEM: Site da empresa Conser Comércio de Alimentos e Serviços Ltda. mostrando que a prefeitura de Jundiaí é uma de suas clientes.

Semanalmente temos o hábito de ler as edições da Imprensa Oficial do Município de Jundiaí. Dentre as muitas publicações daquele veículo estão os inúmeros contratos e empenhos entre a prefeitura local e a empresa Conser Comércio de Alimentos e Serviços Ltda. cujo objeto é o fornecimento de vários itens para a merenda escolar nesta cidade.

Apenas por curiosidade fomos ao google para conhecermos a história pregressa desta empresa. Uma tragédia total. Confiram.

A Justiça Federal em Campinas decretou a indisponibilidade de bens do prefeito de Vinhedo, Jaime César da Cruz, do PSDB, e de outros 14 réus em uma ação de improbidade administrativa ajuizada pelo douto Ministério Público Federal. Eles se envolveram em um esquema de fraude em licitações e superfaturamento de vários produtos destinados à merenda escolar daquele município entre 2011 e 2013.

O esquema consistia no conluio de várias empresas que fraudavam as licitações para a compra de merenda destinada às escolas da rede municipal de Vinhedo. Diferentes companhias pertenciam aos mesmos sócios ou a membros da mesma família, o que permitia o lamentável direcionamento das concorrências. A prática possibilitava ainda o superfaturamento dos itens, que chegou a 587% em relação aos preços de mercado. Um assalto ao dinheiro público.

Entre as empresas participantes deste esquema está a Conser Comércio de Alimentos e Serviços Ltda., que tem contratos para fornecimento de merenda escolar com a prefeitura de Jundiaí. É lógico que os gestores municipais jamais darão um pio sequer sobre esse assunto.

Para ler a petição inicial do Ministério Público Federal clique aqui.

Para ler a sentença da referida Ação Civil Pública clique aqui.

Apenas para refrescarmos a nossa memória assista à este vídeo que, apesar de antigo, mostra claramente como é tratada esta questão da merenda escolar por este país afora. Uma vergonha:

segunda-feira, 19 de junho de 2017

RINDO DO POVO ! ! !

Foi instalada na Câmara dos Deputados uma comissão especial para a discussão da Reforma Política. O deputado federal Miguel Haddad é um dos representantes do PSDB na comissão que analisa a reforma.

Só lembrando que este deputado e o seu partido, o vil e podre PSDB, decidiram continuar apoiando o governo corrupto e golpista do triste, famigerado e imoral presidente Michel Temer. Um governo que está afundado até o pescoço no mar da corrupção com o apoio dos tucanos.

Com a maior cara lavada, este parlamentar de 5ª categoria, achando que o povo é trouxa, afirmou o seguinte: " Muitos partidos não têm sequer um deputado federal eleito. Vivem do fundo partidário e, na época das eleições, fazem coligações para repassar seu tempo de TV. Vamos lutar para acabar com isso ".

Oras bolas. Nas eleições de 2008, como candidato a prefeito e quando foi cassado 7 vezes pela Justiça Eleitoral de Jundiaí, o nefasto tucano Miguel Haddad organizou a coligação "Construindo o Futuro" com nada mais, nada menos do que 18 partidos. Foram eles: PSDB / PT do B / PSC / PTN / PMDB / PV / PTC / PTB / PRTB / DEM / PRP / PR / PP / PSDC / PRB / PMN / PSL e PHS.

Esta coligação foi montada com a distribuição de argumentos políticos irrecusáveis para que o então candidato aumentasse o seu horário para a propaganda eleitoral no rádio e na televisão.

Agora este deputado de beira de estrada vem com este seu discursinho falso moralista e ridículo, como se a cidade não conhecesse estas suas execráveis práticas políticas utilizadas durante todos esses anos.

Pelas barbas do profeta, dá licença hein ?

quarta-feira, 14 de junho de 2017

DESCASO TOTAL ! ! !

FOTO: Em reunião em Brasília, o Ministro da Saúde Ricardo Barros, que é engenheiro, e o pífio deputado federal Miguel Haddad viraram as costas para o GRENDACC sem o menor constrangimento.

Após investir mais de R$ 3 milhões na construção do ótimo Hospital da Criança, inaugurado em janeiro deste ano, o GRENDACC aguardava o credenciamento da Unidade de Terapia Intensiva e da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia para poder ter acesso aos repasses das verbas federais referentes à oncologia.

Depois de reunião realizada no Ministério da Saúde, com a nefasta e medíocre participação do deputado Miguel Haddad, o Grendacc teve o seu credenciamento da UTI do Hospital da Criança negado.

Diante do exposto, o GRENDACC foi colocado em uma situação muito delicada por esta politicagem, inclusive a entidade já fala em fechar a sua UTI e até o próprio Hospital da Criança, pois não terá condições financeiras para manter o atendimento nestes setores.

Assim sendo, esta obra do GRENDACC encontra-se entre dois fogos.

De um lado, o ministro Ricardo Barros, um engenheiro civil que está a serviço dos planos de saúde representados pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização e a ABRAMGE - Associação Brasileira de Planos de Saúde, entidades que, com o apoio do ministro, trabalham pelo fim do SUS e o fortalecimento da medicina do lucro.

De outro lado, o deputado Miguel Haddad, um medíocre político que não representa ninguém, a não ser os seus próprios interesses pessoais. A atuação do parlamentar de Jundiaí neste episódio do GRENDACC foi profundamente lamentável limitando-se a sair bem na foto para que ela seja usada em sua campanha eleitoral do ano que vem.

Um deputado de fundo de quintal que não se acanha em usar pessoas e entidades para a continuidade de sua desprezível carreira política.

A única consciência que a população de Jundiaí tem de ter neste triste momento é a de colocar Miguel Haddad no olho da rua nas eleições de 2018, fazendo com que o nosso município fique livre desta política de caudilhos vigente por estas terras há mais de 30 anos.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

QUEIMANDO DINHEIRO ! ! !

Diante de uma enorme choradeira por parte desta medíocre e ridícula administração municipal dizendo que não tem dinheiro para nada, vão queimar mais de R$ 2 milhões sem necessidade alguma.

Na Imprensa Oficial do Município deste dia 09/06/17 foi publicado um extrato cujo objeto é oferecer assistência social ao morador de rua.

Para este projeto foi contratada uma entidade chamada CTEC - Centro Terapêutico Educacional Cristão por módicos R$ 2.097.333,24.

Segundo justificou o executivo, esta contratação se deu em razão de sua experiência técnica especializada na área da assistência social.

Pelas barbas do profeta. Todos devemos perguntar o seguinte: Para que existe a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social ? Para que existe o Fundo Social de Solidariedade ? Onde foram parar todas as verbas destinadas à estas áreas sociais da prefeitura ?

Na realidade há mais de 30 anos que a prefeitura não tem nenhuma política pública para o morador de rua. Os governos do PSDB só sabem fazer pose usando estes seres humanos infelizes para os seus lúgubres propósitos políticos. Nada mais do que isso.

Mas agora a situação é ainda pior. Vão destinar mais de R$ 2 milhões a uma entidade privada para um projeto que não vai resolver a situação do morador de rua. Porém, a pose para as fotografias serão muitas, os amigos não tenham dúvida nenhuma.

Confiram abaixo a publicação do extrato sobre esta sandice:

***** CLIQUE SOBRE A IMAGEM PARA AUMENTAR DE TAMANHO *****